Afortunada.

Fui apanhar amoras com o meu pai. Não foi a primeira vez. Eu e a minha irmã temos bem guardado na memória os verões passados na aldeia, os banhos no tanque, as brincadeiras com os primos e as amoras, apanhadas por nós para os nossos pais fazerem o doce para os dias de férias que tínhamos pela frente.Em bom rigor tenho de assumir que quem realmente tinha o trabalho de as apanhar era o meu pai. Nós corríamos, brincávamos e falávamos muito, mas amoras apanhávamos poucas.

Hoje, 30 anos depois, percebi que quase nada mudou! O meu pai continua a arranhar-se todo para apanhar as melhores amoras, continua a ser o melhor companheiro de sempre para qualquer aventura e eu continuo a sentir a mesma alegria por ir com ele. 

Há dias quase perfeitos e hoje foi um deles ( porque faltaram os mais novos da história, a minha irmã e primo).

De repente, ali estava eu, como se tivesse 10 anos, com a vida toda pela frente, a tagarelar todo o caminho, a rir com o meu primo, a lembrar com o meu pai as frases dos filmes portugueses que já sabemos de cor, tantas foram as vezes que os vimos, a tomar banho no tanque, a apanhar tomates com a minha mãe, dar-lhe gozo e vê-la sorrir e a dizer, com o mesmo tom de sempre: estás aqui estás a levar uma lamparina. 

A vida está diferente. Já não temos 10 anos, já temos as nossas próprias famílias e já não podemos passar os verões dentro do tanque, a brincar ou apanhar amoras sem preocupações, mas as memórias e o que guardamos no coração, lembram-nos todos os dias que a vida é boa, apesar dos nãos e dos tropeços que também traz. 

Nestas alturas só podes ser grata por seres tão feliz. 

Sou afortunada ❤️

Anúncios

Autor:

Demasiado curiosa sobre tudo o que me rodeia, comove e inspira a escrever. Espero que gostem de ler tanto quanto irei gostar de partilhar convosco. Lídia Oliveira

Uma opinião sobre “Afortunada.

  1. Sem dúvida és uma afortunada, não só pelas belas recordações, como também pelo grande companheiro e pai que tens. Eu sonhei um dia ter assim um pai! Mas não tive, contudo Deus deu-me uma mãe que tem sido uma grande companheira, a melhor amiga. Que Deus vos abençoe. Dá para ver que são uma família fantástica. Bjs minha querida Lídia tens muitas histórias lindas para contar no futuro.
    Obrigada pela partilha e por me deixares de sorriso na cara💚

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s