Florir apesar de tudo.

Há um ano atrás a minha mãe deu-me um cacto pequenino para eu plantar. 

Não ligando ao que os entendidos na matéria dizem, plantei num aquário de vidro que tinha guardado na garagem. 

Tinha tudo para dar errado. O vaso é fechado, apesar de estar rachado, a terra estava seca por estar guardada na garagem sei lá bem desde quando e foram mais os meses que esqueci de o regar do que o contrário. 

Lembrava-me que tinha de o regar quando, por acaso, tinha de ir à varanda. 

A verdade é que abandonei o cacto. 

Estes dias, talvez fruto de emoções e pensamentos que ocupam a minha mente, lembrei-me dele.

– pobre cato, pensei. Que desperdício! 

Abri a varanda e ali estava ele. Contra todas as expectativas e ao contrário do que era suposto, tinha crescido e estava florido! 

A chuva e o sol tinham feito a sua parte. 

Quantas vezes olhamos para a nossa vida e o que dela temos feito e pensamos, que desperdício. 

Gastamos tempo, energia, saúde em coisas que não fazem sentido algum. 

Perdemos tempo, que jamais recuperaremos, marcamos passo quando há muito devíamos ter seguido em frente, discutimos por coisas que não importam para nada, procuramos a aprovação dos outros, esquecendo da aprovação que realmente importa.

O mundo está cheio de vasos rachados e secos. 

Sentimo-nos presos, amarrados, escravizados a culpas, a falhas, à falta de fé do passado. 

Sentimos que temos tudo para dar errado: a terra é seca, o vaso impróprio e sentimos que fomos abandonados! 

E é então que o milagre acontece. Um dia, florimos! Não porque tenhamos feito algo espetacular, mas porque o mérito e o poder nunca há-de ser nosso.

Florimos apesar do vento que nos tentou derrubar.

Florimos apesar de sermos fracos. 

Florimos, porque olhamos para cima, para o Único capaz de consertar vasos quebrados, o Único que dá ordens à chuva e sol para fazer a sua parte.

O Único que jamais nos abandona mesmo quando constantemente escolhemos não lhe passar cartão da nossa vida. 

 Florimos, quando pensamos que isso não seria possível. 

Passamos a acreditar que podemos ser conduzidos pelos nossos sonhos e não empurrados pelos nossos problemas.

Acreditar que tudo acontece por um motivo que desconhecemos. 

Acreditar que quando a resposta é sim, não importa se a terra é seca ou se o vaso está quebrado! 

Que é o que está pra frente que temos de enfrentar não o que ficou para trás. 

Então percebemos que só podemos estar gratos pela oportunidade de florirmos mais uma vez e confiar que, seja qual for o futuro, vai correr tudo bem.

❤️

L.O

Anúncios

Portugal 

Olá, o meu nome é Lídia, sou de Portugal e depois de sermos campeões europeus em futebol, hoje fizemos história e ganhamos o festival da eurovisão!

Hoje o meu país que é um país fabuloso, mostrou que quando queremos, conseguimos estar unidos num mesmo propósito!

Talvez devagarinho possamos aprender a sermos bons uns para os outros.

 

“Music with meaning”- Salvador

L.O