Liberdade…

 

… de escolheres ser bom.
De escolheres remar contra a maré quando tentam que o errado pareça certo.
De escolheres não falar mal dos que o fazem sobre ti.
De seres frescura quando o ambiente onde estás se incendeia.

A liberdade de escolheres perdoar os que te fazem mal, de forma a viveres mais saudável.
De enterrares machados de guerra que deixaram de fazer sentido ( ou nunca fizerem sentido.)

A liberdade de te afastares de pessoas que não precisas ter na tua vida, se isso realmente fizer sentido e não porque estás cheia de mágoa no coração.
A liberdade de não incendiares o ambiente onde estás, seja real ou virtual, com discussões ou polémicas que de nada servem, apenas para afastar as pessoas.
De escolheres ser o melhor que podes ser na vida dos outros, fazendo a diferença.
A liberdade de num mundo de aparências, escolheres ser real, verdadeira com quem tu és e não com quem os outros esperam que sejas.
A liberdade de estares calado, quando não tens nada de útil e importante para dizer.
De escolheres não criticares, porque não sabes o que se passa na vida dos outros.
A liberdade de perceberes que não és dono da razão, ninguém é.

Aceita isso. Umas vezes estás certo outras completamente errado.
A liberdade de seres simples.

E principalmente a liberdade respeitar a liberdade dos outros: das suas escolhas, das dores que sofrem, dos caminhos que percorrem, do clube que gostam, do partido que defendem, das suas crenças, da cor da sua pele, do estilo de música que ouvem, das roupas que usam.

Ate breve.

L.O

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s