Orgulhosamente sós 

Se o tempo é de balanços, então façamos o nosso.

Mas que o nosso balanço de 2016 seja verdadeiro e com vontade de melhorar.

Que esse balanço seja feito de coração e não apenas meia dúzia de frases feitas que não temos qualquer vontade de cumprir mas que fica bonito colocar nas redes sociais.

É fácil clicar gosto numa publicação. Difícil seria se cada vez que fazemos gosto numa publicação, fossemos punidos por não fazermos nada do que supostamente “gostamos”.

Choramos ao ver um filme, mas somos incapazes de nos comover com a vida de pessoas que conhecemos mas a quem não estendemos a mão.

Partilhamos post de blogues tremendos sobre o amor  e o perdão mas desperdiçamos mais 12 meses nas nossas vidas agarradinhos às mágoas e feridas que nos parecem tão importantes, tão cheias de razão.

Mágoas tão tolas, tão vazias de sentido, mas ali estamos nós, orgulhosamente agarrados a elas ( sem notarmos quantas vezes estamos tão sós por assim sermos)

Este ano perdi um dos tios preferidos que tenho.

Lá arranjei eu tempo para ir ao funeral dele e pensei, que desperdício, não ter arranjado tempo para o visitar mais vezes. Agora era tarde para o fazer.

Durante o funeral observei outro tio meu, também dos meus preferidos.

Fixou os olhos no corpo do irmão.

Durante os últimos anos a relação deles não existiu. Estiveram orgulhosamente agarrados à sua razão e às suas mágoas tontas e desperdiçaram anos de amizade e carinho, que sentiam um pelo outro, mesmo que não admitissem.

O meu tio não tirou os olhos do irmão e no meu coração senti que estava a conversar com ele e apesar de nunca lhe ter perguntado, quase adivinho que a conversa seria algo deste género:

– que tontos fomos. Pra que tanta mágoa? Pra que? E agora que te queria dizer o quanto lamento, jamais o poderei fazer.

Ao meu lado tinha a minha irmã, uma das partes mais bonitas da minha vida e metade de mim e dei graças a Deus por a ter.

A vida, quando estamos dispostos a ser melhores, tem tanta coisa boa!

Temos tantos lugares onde fazer a diferença e tantas coisas boas para partilharmos uns com os outros!

Tanto vinho bom pra ser brindado, tantas gargalhadas para serem ouvidas em grupo mas mesmo assim preferimos estar orgulhosamente sós com a nossa razão.

Este ano, para ser honesta, errei mais do que acertei.

Estive quase a alcançar o maior sonho e perdi. Chorei é verdade, mas arrumei o coração e tento seguir, sem perder a esperança.

Uma coisa garanto: para o ano será melhor, não porque estou a escrever aqui, mas porque quero ser melhor.

A quem magoei, perdoem-me. Às vezes sou uma tonta.

A quem me magoou e mal de mim falou, estão perdoados. Garanto que não vou fazer o mesmo.

A quem sente a minha ausência, tentarei estar mais presente.

Nao se agarrem a mágoas tolas. Não vale a pena.

Mesmo que tenham razão, que vantagem há em perder quem amamos pra ganhar o troféu: eu é que estava certa?

São 12 meses, meus queridos. 12 novos meses. Não os desperdicem.

Sejam bons para os outros.

Se não souberem como fazer isso, fica aqui a dica:


L. O

Anúncios

Para me lembrar todos os dias.

Não faças promessas.

Bem sei que a altura do ano a isso conduz, mas não caias na tentação de o fazer.

Diz só que vais tentar.

Tentar ser melhor do que foste até aqui.

Focar-te no que podes alcançar.

Aprender mais.

Amadurecer.

Tenta cumprir as promessas que não fazes mas que sabes que são importantes.

Não digas nada por dizer, mas não deixes nada por dizer. O tempo é curto…demasiado curto.

Não dês de ti mais do que podes ou deves dar, mas não te feches como se ninguém fosse merecedor de saber quem realmente és.

Valoriza muito quem te conhece e mesmo assim te ama.

Não valorizes nada do que as pessoas com mau coração dizem de ti.

Vás onde fores, faças o que fizeres, faz por ter sempre o coração no lugar certo.

Escolhe bem..as tuas escolhas são sempre tuas, assim como o caminho onde elas te levam e às vezes o caminho é duro.

Faz por estar mais presente e menos online na vida dos outros.

Relaxa mais, discute menos.

Abraça mais.

Ri com mais vontade.

Agradece todos os dias, várias vezes ao dia, tudo o que tens. Deus dá-te muito mais do que mereces ou precisas.

Chora, se assim desejares, mas que as tuas lágrimas sejam por alguém ou algo que valha realmente a pena.

Sê corajosa no que enfrentas no teu caminho. Avança com cautela, pára se não souberes onde estás e recua se assim for necessário. Coragem não é levar tudo à frente. Coragem é assumir que às vezes precisamos dar dois passos para trás e pedir ajuda, antes de continuar caminho.

Não desistas do teu sonho ou dos teus sonhos. Eles estão ao teu alcance, apenas podem não vir na forma que sonhaste, mas não quer dizer que não seja tão bom ou melhor do que sonhaste.

Não permitas nunca que os amargos tirem a doçura que tens.

Ama ainda mais, incondicionalmente, a tua familia. São o bem mais precioso que tens. São a tua rede quando o mundo te deixa sem chão. São a menina dos teus olhos.Aproveita com eles cada minuto que possas. Um dia a lembrança desses minutos será tudo o que te resta.

Falha o menos possivel, contigo e com os outros.

Perdoa mais do que perdoaste até aqui.

Perdoa todos os que são incapazes de te ver feliz e ora por eles. Bem precisam

Cura as tuas feridas e sorri.

Não largues a mão a ti própria nem largues a mão dos que estão a contar contigo.

Não faças promessas. Vai e tenta.

Tens a vida pela frente por isso, CONFIA.

L.O

14317441_1190118851056009_9212348366258746484_n