Há pessoas que nos roubam.. Outras que nos devolvem.

 

Já imaginaram como o mundo seria uma lugar fantástico de se viver sem pessoas tóxicas?

Acredito que sim.

Infelizmente elas existem, estão perto de nós e fazem a única coisa para que têm jeito: intoxicam, minam, sujam e tornam tudo feio.

Num artigo que li registei uma frase que diz tudo sobre estas pessoas:

“Eu acredito profundamente que quando alguém fala mal de alguém não está a expor o carácter desse ser humano mas sim o seu.”

José Morais
Chínical Psychologist

O melhor da existência de pessoas assim é como elas fazem sobressair as outras, aquelas que têm luz, que não precisam ferir outros pra parecerem o que não são, que nos levantam, nos seguram, nos fazem bem, nos tornam capazes, nos fazem mais fortes, mais corajosos, mais felizes, nos aceitam apesar das nossas falhas e estão lá, principalmente quando menos merecemos.

E depois há aquelas pessoas que, passe o tempo que passar, nos abraçam e nos fazem sempre sentir que estamos em casa, que nos fazem rir mesmo com vontade, por palermices ou palermisses como alguns teimam com graça dizer e que nos fazem acreditar que tudo vai ficar bem e que o mal só vence se o bem deixar.

Se os tóxicos nos roubam a serenidade ( ou pelo menos tentam)
Os outros.. Devolvem em dobro tudo o que é bom.

Rodeia-te de pessoas de bom coração e não percas tempo precioso com quem não o tem.

Até breve.

L.O

image

Anúncios

E dizem que eles são bichos…

Hoje o dia esteve esplêndido..
Quando saí confirmei o que via da minha janela. Estava calor, o céu azul e a brisa suave convidavam a um sumo de maracujá numa esplanada beira rio.
Assim o pensei, assim o fiz
Na melhor companhia pude desfrutar de alguns momentos de serenidade.
De repente um pato chamou a minha atenção..
Na imensidão do rio Douro, nadava tranquilamente.
Estava sozinho, mas isso não pareceu incomoda-lo. Nem o ruído do “marés vivas” do outro lado do rio o perturbou.
Quando se fartou de nadar, saiu, sacudiu as penas e parou a olhar como que a apreciar a beleza do lugar onde estava.
A minha atenção foi desviada pelo ruído atrás de mim. Pessoas stressadas no trânsito, buzinadelas, gente sempre apressada, a correr de casa para o trabalho, do trabalho para casa, sem tempo para fazer o que aquele pato fez.. Apreciar a beleza que temos à nossa frente.
Meti-me no carro e arranquei absorvida nos meus pensamentos. De repente ao longe vejo parado num passeio à espera de atravessar, numa zona sem semáforos, um senhor, cerca de 50 anos, invisual.
Parei na faixa onde me encontrava para o deixar passar. Buzinaram-me por isso.
No sentido oposto os carros continuavam a passar. Fiz sinal a um carro para parar. Não o fez. Reduziu ao meu lado, gritei: o senhor que está a tentar passar é cego!! Fez-me sinais obscenos.
Vou danada da vida o resto do trajecto.
De repente lembro-me de um vídeo que vi de um elefante que tudo faz pra conseguir ajudar uma cria a sair de uma situação difícil. De uma leoa que para alimentar as crias mata uma fêmea de chimpanzé e quando se apercebe que a chimpanzé também tinha uma cria fica visivelmente perturbada, leva a cria e cuida dela como se lhe pertencesse.
Pelo caminho ainda apreciei dois adolescentes sentados num banco na rua. Lancharam e deixaram todo o lixo no chão, indo embora na maior descontração.
Cheguei a casa.. Saí do carro e um gato abandonado dá-me uma turra na perna e mia a olhar para mim. Fui buscar comida. Quando regresso também tinha a namorada com ele e ambos comeram:)
Volto para casa, Ponho comida nas 3 taças para os meus e a magoo, a minha gata mais velha, faz o mesmo de sempre… Não come, fica a olhar a ver se os outros chegam e depois comem todos..
Olho para eles e penso: e dizem os homens que os bichos são eles.
Não, eles são animais.. Os bichos são os homens. Feios, cruéis, maus, invejosos, incapazes de sentirem alegria na felicidade dos outros, sem piedade, egoístas, rudes, mal educados, perigosos, manipuladora, mentirosos e mais, mais, mais..
Pobre mundo o nosso.
Tanto pra fazer..
Nao podemos mudar o mundo todo mas podemos mudar o que está ao nosso alcance.
Para isso basta que cada um seja hoje um pouco melhor que ontem!

Até breve

L.O

images

 

 

O teu caminho…

Quando no teu caminho surgem coisas inesperadas,
Quando finalmente percebes como é bom trabalhar quando estás motivado e feliz,
Quando os anos de vida te ensinam apenas a ouvir sem dar valor aos maldosos que existem no teu caminho,
Quando percebes que os bons, os verdadeiros estão sempre lá, a torcer por ti, aconteça o que acontecer,
Quando tens a certeza que os que te amam te deixam voar sem nunca te deixarem cair,
Quando percebes que a tua felicidade não pode ser beliscada pela amargura dos outros, porque tu não deixas,
Quando fazes das dificuldades degraus para ser melhor,
As horas são minutos,
O cansaço transforma-se em realização pessoal,
A felicidade vira rotina
E a gratidão a palavra chave da tua vida.

Até breve.

L.O

sem nome.png

Quanta emoção aguenta um coração?

Pedi a Deus que me abrisse uma porta e Ele que nunca deixa sem resposta quem o procura, abriu uma porta e umas quantas janelas só para me ver sorrir.
Numa semana já cheia de emoções ao ver a felicidade no rosto de uma das pessoas que mais amo, a minha irmã, no seu casamento, eis que abraço um novo projecto profissional desafiante e estimulante.
O tempo de Deus é algo que jamais conseguirei entender, mas também já desisti de o fazer.
Mas não há mudança sem dor.
Abraçar este novo desafio significou afastar-me de pessoas com quem gostaria de ficar sempre ( mas conduziu-me a outras que me querem também bem).
A elas, a minha gratidão pela forma generosa com que me trataram estes anos, me perdoaram as minhas falhas e cuidaram de mim em tantas fases da minha vida.
Não perdemos quem carregamos no coração, e garanto a todos que me fizeram bem e genuinamente gostam de mim, que vos trago comigo e que a distância será apenas física.
Agora é avançar, passo a passo com coragem e firmeza.
Nunca desistir, nunca desanimar.
Respeitar todos.
Ser grata, todos os dias.

Até breve

L.O

IMG_1093